Fundos de Investimento Imobiliário: Como escolher um bom FII? CSHG Logística FII (HGLG11)

Perini Business Park: O CSHG Logística FII tem participação via cotas de fundos no empreendimento acima. O nome do fundo é FII Industrial do Brasil (FIIB11). O HGLG11 conta com aproximadamente R$ 68 milhões investidos em cotas do FIIB11. Trata-se de um excelente imóvel logístico que goza de localização estratégica. Está localizado em Joinville/SC próximo a 6 portos num raio de 45 a 220 km, 4 aeroportos, malha ferroviária e ao lado da BR 101.


Objetivo do Fundo:
 
O CSHG Logística FII (HGLG11) tem como objetivo auferir ganhos pela aquisição, para exploração comercial, de imóveis com potencial geração de renda, predominantemente galpões logísticos e industriais.
Carteira Imobiliária:
 
O Fundo encerrou o mês de setembro com participação em 119 unidades locáveis, localizadas em 8 empreendimentos, totalizando 173 mil m² de área privativa e 70 contratos de locação.
Informações:
 
Início das atividades: Junho de 2010
Escriturador: Itaú Unibanco S.A.
Taxa de Administração: 0,6% ao ano sobre o valor de mercado de negociação em bolsa do Fundo
Ofertas concluídas: 3 emissões de cotas realizadas
Código de negociação: HGLG11
Tipo Anbima – foco de atuação: FII Renda Gestão Ativa – Logística
Patrimônio Líquido: R$ 363.472.939,92
Vacância Financeira Contratada: 9,1%
 
1) Receita Imobiliária:
Total de Receitas Imobiliárias desde janeiro de 2012: R$ 155.655.123,00
Média dos últimos 57 meses: R$ 2.730.791,63
2) Receita Financeira:
 
Total de Receitas Financeiras desde janeiro de 2012: R$ 22.077.171,00
 
Média dos últimos 57 meses: R$ 387.318,79
 
 
3) Receita Total:
 
Cálculo: Receita Imobiliária + Receita Financeira + Lucro Imobiliário
Total de Receitas desde janeiro de 2012: R$ 202.952.330,00
Média dos últimos 57 meses: R$ 3.560.567,19
 
 
4) Receita Total sem não recorrentes:
 
Dentro do período de análise pode-se perceber 3 não recorrentes advindos de vendas de participações em imóveis. Esses não recorrentes fazem parte do case de fundos de gestão ativa, no entanto para nós prejudica um pouco a análise pois o gráfico fica distorcido. Com isso, retiramos neste gráfico (4) os meses de fevereiro de 2014, dezembro de 2014 e março de 2015.
5) Lucro Imobiliário:
Total de Lucros Imobiliários desde janeiro de 2012: R$ 25.220.037,00
 
 
6) Total de Despesas:
 
Total de Despesas desde janeiro de 2012: R$ 14.416.654,00
Média dos últimos 57 meses: R$ 252.923,75
 
 
7) Total de Despesas sem não recorrentes:
 
Dentro do período de análise pode-se perceber 2 não recorrentes. Esses não recorrentes fazem parte do case de fundos de gestão ativa, onde vendas de participações são comuns. Com isso, os custos decorrentes destas vendas podem aumentar bastante o total de custos de um mês. Para nós prejudica um pouco a análise pois o gráfico fica distorcido. Com isso, retiramos neste gráfico (7) os meses de fevereiro de 2014 e março de 2015.
8) Resultado:
Cálculo: Receita Imobiliária + Receita Financeira + Lucro Imobiliário – Total de Despesas
Resultado desde janeiro de 2012: R$ 188.535.676,00
 
Média dos últimos 57 meses: R$ 3.307.643,44
 
 
9) Resultado sem não recorrente:
 
Dentro do período de análise pode-se perceber 3 não recorrentes advindos de vendas de participações em imóveis. Esses não recorrentes fazem parte do case de fundos de gestão ativa, no entanto para nós prejudica um pouco a análise pois o gráfico fica distorcido. Com isso, retiramos neste gráfico (9) os meses de fevereiro de 2014, dezembro de 2014 e março de 2015.
10) Rendimento (distribuição):
 
Total de Rendimentos desde janeiro de 2012: R$ 185.716.081,00
Média dos últimos 57 meses: R$ 3.258.176,86
 
 
11) Rendimento sem não recorrente:
Dentro do período de análise pode-se perceber 1 não recorrente advindo de vendas de participações em imóveis. Os não recorrentes fazem parte do case de fundos de gestão ativa, no entanto para nós prejudica um pouco a análise pois o gráfico fica distorcido. Com isso, retiramos neste gráfico (11) o mês de dezembro de 2014.
12) Resultado vs Rendimento:
Aqui colocamos lado a lado o resultado (Receita Imobiliária + Receita Financeira + Lucro Imobiliário – Total de Despesas) de cada mês versus o rendimento distribuído pelo fundo ao longo dos meses.
Resultado desde janeiro de 2012: R$ 188.535.676,00
 
Total de Rendimentos desde janeiro de 2012: R$ 185.716.081,00
 
 
13) Rendimento (distribuição) por cota:
 
Montante distribuído por cota desde janeiro de 2012: R$ 546,65
 
Média dos últimos 57 meses: R$ 9,59
 
 
14) Rendimento (distribuição) por cota sem não recorrente:
Dentro do período de análise pode-se perceber 1 não recorrente advindo de vendas de participações em imóveis. Os não recorrentes fazem parte do case de fundos de gestão ativa, no entanto para nós prejudica um pouco a análise pois o gráfico fica distorcido. Com isso, retiramos neste gráfico (14) o mês de dezembro de 2014.
15) Vacância Financeira:
 
Vacância financeira média desde janeiro de 2012: 1,64%
 
 
16) Valor do M² médio contratado:
 
Valor médio do M² contratado ao longo dos meses: R$ 21,23
 
 
17) Número de Cotistas:
 
 
18) Número de Cotas:
 
 
Fonte:
 
Relatórios divulgados pela BM&F Bovespa:
Relatórios divulgados pelo administrador do fundo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *