Por dentro dos FII’s – Edifício Marquês do Lavradio – KNRI11

Por dentro dos FII’s – Edifício Marquês do Lavradio – KNRI11

Chegamos ao 4° edifício corporativo que visitamos instalado na região central do Rio de Janeiro. O Edifício Marquês do Lavradio pertence a carteira de imóveis do Kinea Renda Imobiliária FII (KNRI11) assim como o Edifício Buenos Aires Corporate. Embora esteja no Centro do Rio a localização do imóvel para quem conhece a região é bem próxima ao Bairro da Lapa. É uma área bem movimentada mas não está no “coração” do Centro, onde estão instalados a maioria dos edifícios corporativos como, por exemplo, o Edifício Continue lendo

Por dentro dos FII’s – Edifício Buenos Aires Corporate – KNRI11

Por dentro dos FII’s – Edifício Buenos Aires Corporate – KNRI11

Dando sequência a exposição dos edifícios corporativos instalados no Centro do Rio de Janeiro chegamos ao Edifício Buenos Aires Corporate. O prédio é um dos ativos da carteira do Kinea Renda Imobiliária FII (KNRI11) que, além dos edifícios corporativos localizados em São Paulo e no Rio de Janeiro, conta com mais 7 centros de distribuição e logística. Visão frontal do edifício localizado na Rua Buenos Aires, 15, Centro, Rio de Janeiro. Possui um total de 13 andares com lajes a partir de 700 m² e conta Continue lendo

Por dentro dos FII’s – Edifício Torre Almirante – BRCR11

Por dentro dos FII’s – Edifício Torre Almirante – BRCR11

Passando para a nossa próxima visita dos imóveis pertencentes aos Fundos Investimento Imobiliário no Rio de Janeiro temos o Edifício Torre Almirante. 60% do ativo pertence ao BC Fund e os 40% restantes pertencem a outro FII, o FII Torre Almirante (ALMI11). Primeiramente, vamos fazer alguns comentários sobre o imóvel bem como informações recentes capturadas na última teleconferência de resultados do BC Fund e iremos também colocar as fotos retiradas no dia de nossa visita ao imóvel. Um dos principais desafios do BC Office Fund Continue lendo

Giro de Notícias – Compra da Rede Alesat Combustíveis S.A. pela Ipiranga

Giro de Notícias – Compra da Rede Alesat Combustíveis S.A. pela Ipiranga

No dia 12/06/2016 ocorreu a celebração de fechamento de negócio referente a compra da rede de distribuição de combustíveis Alesat S.A., mais conhecida como Ale, junto a Ipiranga. O valor global da aquisição totalizou R$ 2.168 milhões. O valor a ser pago aos vendedores terá uma dedução da dívida líquida da Ale em 31/12/2015 e será sujeito a ajustes de capital de giro e endividamento líquido na data do fechamento da transação. O valor anunciado para o negócio terá um desconto de R$ 737 milhões Continue lendo

Por dentro dos FII’s – FII Edifício Galeria (EDGA11)

Por dentro dos FII’s – FII Edifício Galeria (EDGA11)

Com o objetivo de ampliar nossa atuação de análise de mercado estamos partindo para o trabalho de campo referente aos Fundos de Investimento Imobiliário. Dando início as análises falaremos sobre o FII Edifício Galeria. Primeiramente, a ideia seria colocar as últimas atualizações sobre os fatos relevantes e depois fazer uma análise mais qualitativa dispondo as impressões de nossa equipe. Dito isso, vamos as últimas notícias: – Em 25/05/2016 o BTG Pactual, administradora do Fundo, enviou um comunicado informando que foi celebrado um novo Contrato de Continue lendo

Análise Fundamentalista: Empresa M. Dias Branco S.A. (MDIA3) – 1° trimestre 2016

Análise Fundamentalista: Empresa M. Dias Branco S.A. (MDIA3) – 1° trimestre 2016

Mais uma análise fundamentalista do 1° trimestre de 2016 e chegamos a Empresa de alimentos M. Dias Branco. Ela atua no segmento de massas, biscoitos, torradas e outros produtos derivados do trigo. O cenário econômico desafiador também vem impactando os resultados da Companhia como estamos vendo com uma parte considerável das Empresas brasileiras. Entretanto, a Companhia precisa olhar para frente. Dito isso, vamos passar detalhadamente pelos resultados e combiná-los com as expectativas da direção. Antes de começarmos com os destaques reiteramos que este espaço tem Continue lendo

Análise Fundamentalista: Empresa Grendene S.A. (GRND3) – 1° trimestre 2016

Análise Fundamentalista: Empresa Grendene S.A. (GRND3) – 1° trimestre 2016

Vamos começar a análise fundamentalista da Grendene S.A. discorrendo os principais destaques do período: – Queda de 10,5% na Receita Líquida. – Queda de 26,4% no Ebit totalizando R$ 82,3 milhões. – Aumento de 4,2% no Lucro Líquido atingindo R$ 143,6 milhões. – Manutenção da Margem Bruta, melhora na Margem Líquida e queda nas Margens Ebit e Ebitda. – Liderança na exportação de calçados brasileiros pelo 14° ano consecutivo – 35% dos pares de calçados brasileiros exportados no 1T16 contra 39,2% no 1T15. No subsolo Continue lendo

Análise Fundamentalista: Empresa Raia Drogasil S.A. (RADL3) – 1° trimestre 2016

Análise Fundamentalista: Empresa Raia Drogasil S.A. (RADL3) – 1° trimestre 2016

A RaiaDrogasil até o momento vem sendo uma Empresa de grande crescimento, sustentado principalmente pela sua expansão geográfica via abertura de lojas e pelo envelhecimento da população brasileira. Não é possível prever o futuro para dizer até quando este plano continuará trazendo bons resultados. Talvez tenhamos que olhar para administração de empresas, onde temos os gráficos de ciclo de vida dos produtos. Em nossa visão, a Empresa está na etapa de crescimento franco. Dito isso, o investidor deve ter consciência de que estas taxas de Continue lendo

Análise Fundamentalista: Empresa Ultrapar S.A. (UGPA3) – 1° trimestre 2016

Análise Fundamentalista: Empresa Ultrapar S.A. (UGPA3) – 1° trimestre 2016

Grupo Ultra ou Ultrapar é constituído como uma holding pela qual todas as suas subsidiárias são integralmente controladas. O Grupo Ultra é composto pelas seguintes subsidiárias: A Ipiranga que atua no setor de distribuição de combustíveis, a Ultragaz que faz distribuição de gás (conhecido como GLP – Gás Liquefeito de Petróleo) para residências e para o setor industrial, a Oxiteno no ramo de produção de especialidades químicas (óxido de eteno e seus principais derivados) voltado para o setor industrial, a Ultracargo que está dentro do Continue lendo

Análise Fundamentalista: Empresa Porto Seguro S.A. (PSSA3) – 1° trimestre 2016

Análise Fundamentalista: Empresa Porto Seguro S.A. (PSSA3) – 1° trimestre 2016

Vamos começar com os destaques do período: 1) Crescimento de 5% nas receitas totais em comparação ao 1° trimestre de 2015. 2) Aumento de 5% nos prêmios auferidos de seguros no trimestre (2016 vs 2015). 3) Crescimento de 4% no lucro líquido e retorno sobre patrimônio líquido de 16,8% (-1,0 p.p.). Aqui tivemos o impacto do aumento dos tributos (CSLL) e sem este efeito o lucro líquido teria evoluído em torno de 10%. 4) O índice combinado de seguros alcançou 98,9% evoluindo 1,5 p.p. em relação Continue lendo